jump to navigation

Abrir os olhos…? 30/11/2009

Posted by João Lopes in Cepticismo.
1 comment so far

Aqui vai uma tabela com as datas correctas dos signos (para quem os valoriza…), de acordo com a Precessão dos Equinócios:

 

Signo Datas (Astrologia) Datas (Observações Astronómicas)
Carneiro 21/03 – 20/04 19/04 – 14/05
Touro 21/04 – 21/05 15/05 – 20/06
Gémeos 22/05 – 22/06 21/06 – 19/07
Caranguejo 23/06 – 22 /07 20/07 – 10/08
Leão 23/07 – 23/08 11/08 – 15/09
Virgem 24/08 – 22/09 16/09 – 30/10
Balança 23/09 – 23/10 31/10 – 22/11
Escorpião 24/10 – 22/11 23/11 – 29/11
Ofiúco (não reconhecido/integrado) 30/11 – 18/12
Sagitário 23/11 – 21/12 19/12 – 19/01
Capricórnio 22/12 – 19/01 20/01 – 15/02
Aquário 20/01 – 18/02 16/02 – 12/03
Peixes 19/02 – 20/03 13/03 – 18/04

 

 

 

 

In lcsd.gov

Será que é desta que passam a ter consciência que a Astrologia não é mais que um conto de fadas (opinião simpática da minha parte…)?

Anúncios

Tubo de Lava descoberto na Lua. 27/11/2009

Posted by João Lopes in Lua.
add a comment

Foi descoberto o primeiro Tubo de Lava na Lua. Presente na região vulcânica (Marius Hills), a equipa de Haruyama concluiu que tem cerca de 65 m de diâmetro.

Crédito: JAXA/SELENE

Os tubos de lava são apontados por alguns cientistas como sendo adequados para protecção de futuras bases lunares.

 

Clique aqui para ler o artigo completo.

Vida Marciana? 25/11/2009

Posted by João Lopes in Astrobiologia, Marte.
add a comment

A equipa que descobriu o meteorito ALH8400I há 13 anos, elevou (após evidências químicas e fósseis) ao mais alto plano a possibilidade de vida microbiológica antiga em Marte.

Crédito: NASA

Leia o artigo completo.

Oceano, rios e chuva em Marte 24/11/2009

Posted by João Lopes in Marte.
add a comment

Um novo modelo/mapa gerado por computador apresentou um estudo no qual foi estudado o passado de Marte. Um grande oceano, rios e chuva foram incluídos.

In UniverseToday

Crédito: NIU, LPI

Clique aqui para ver este artigo interessante.

Canibalismo Galáctico 21/11/2009

Posted by João Lopes in Astronomia Galáctica e Extragaláctica.
add a comment

Crédito: ESO/Y. Beletsty

Nesta imagem vemos a Centaurus A (NGC 5128), a mais próxima galáxia (elíptica) gigante, a devorar uma galáxia espiral mais pequena.  Leia o artigo completo.


Quer ser Marciano? 21/11/2009

Posted by João Lopes in Marte.
add a comment

Quer ser Marciano? Siga o link.

Leónidas 2009 16/11/2009

Posted by João Lopes in Chuva de Meteoros.
add a comment

A passagem do Cometa Tempel-Tuttle, volta a dar-nos as Leónidas, com pico nesta Terça-Feira. Os astrónomos prevêem uma maior “riqueza” para a Ásia,  com cerca de 200 a 300 meteoros por hora. Já na Europa esperam-se cerca de 20 a 30 por hora, embora o pico possa ser maior. A melhor altura para ver será a partir da 1h da manhã.

In Astronomy Magazine on-line

A Lua Nova está a ajudar. Pena é esta chuva irritante.

Video da “Tranquility Base” através da LRO 14/11/2009

Posted by João Lopes in Lua.
add a comment

Primeiro foram as imagens. Agora temos um vídeo!

Como observar uma “Chuva de Estrelas”? 14/11/2009

Posted by João Lopes in Chuva de Meteoros.
add a comment

Fique com um vídeo (em Inglês), no site da Astronomy, onde Michael E. Bakich explica a melhor forma de usufruir de uma “Chuva de estrelas”.

4_e2e27d30e4681c0d7b628fb29a1685cdIn Howstuffworks

Clique aqui para ver o vídeo.

Planeta extra-solar com órbita retrógrada 14/11/2009

Posted by João Lopes in Planetas Extra-Solares.
2 comments

Estudos recentes determinaram que o planeta HAT-P-7b, descoberto em 2008, tem órbita retrógrada. O sistema planetário HAT-P-7 encontra-se a cerca de 1000 anos-luz. As primeiras evidências de órbita retrógada surgiram a 30 de Maio deste ano, quando uma equipa de colaboração Japonesa usou o HDS (High Dispersion Spectrograph) para observação do mesmo planeta.

extrasolar.109

Mais tarde, a 1 de Julho, outra equipa liderada por um astrónomo do M.I.T., usando o mesmo telescópio, determinou, de forma independente que o planeta tinha órbita retrógrada. Os resultados, embora apresentados de forma independente, foram submetidos e aceites em publicações científicas.